© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

Dia 19 - Moron - Cuba

21.06.2017

Décimo nono dia de viagem
08/05/2017 – Segunda – Feira – Moron

 

Acordamos as 06 horas da manhã porque tivemos a informação que poderíamos pegar algum ônibus que levava os trabalhadores ao Cayo, assim fomos lá, pagamos 5 Cuc´s ao motorista, mais caro do que eu pensava, mas isso era tipo de uma propina e fomos burro de ter pagado antes de chegar la,  mas vocês agora vão entender porque eu disse isso, antes de entrar na ilha tem um controle policial que vai verificando os carros e ônibus, ao nos ver lógico que deu merda né, pediram para descer, pegaram nossos passaportes, explicaram que não poderíamos fazer aquilo, que aquele era um ônibus exclusivo para cubanos e trabalhadores, somente poderíamos entrar na ilha de táxi, depois perguntaram se pagamos ao motorista alguma coisa, Paulo falou que não pagou nada, eu com medo de mentir e o soldado perceber, respondi que sim, ele perguntou ao motorista que desconversou e falou que não recebeu nada, e ficou nessa por uns bons minutos, o soldado estava com nosso passaporte, e assim ficou uns 20 minutos, enfim o policial falou que só poderíamos continuar de táxi, por sorte havia um parado por ali que cobrou 15 Cuc´s para levar os dois ate Cayo Coco, em uma praia chamada Playa Flamingo, ainda eram 8 horas da manhã e já estávamos na praia mesmo depois de toda confusão.

 

 Manhã nublado a água escurece.

 

 

 

A praia realmente é linda, tem umas cadeiras e guarda-sois a vontade, escolhemos uma e ficamos por lá, a água cristalina, sem ondas, com o mar raso e a areia branquinha, realmente estava em uma praia do caribe, por sorte levamos água e lanches para o dia, então estávamos bem, porque ali não tem cidade, é apenas resorts e coisas do estilo, logo que nem pesquisamos os preços, nem imagino o quanto deve ser um almoço, ficamos por la ate as 15 horas, ate que começamos a pensar em como voltar para Morón, a principio achamos que lá era tudo pequeno que dava para andar entre as praias, mas engano nosso, um outro Cayo muito bonito fica a 35 km dali, foda rs, mas aí fomos andando pela estrada e uma coisa que percebemos é que jamais fique perto da mata, tem CENTENAS de pernilongos, e eles grudam na sua pele de forma inacreditável, em 1 segundo tem 05 deles no seu braço, acho que nunca matei tanto pernilongo na minha vida, repelente é um item importante no local, ate que um caminhão parou e nos deu carona ate a entrada do Cayo, economizamos uns 5 km de caminhada e uns 5 mil pernilongos, na entrada buscamos carona por quase uma hora, sem sucesso, ate que um taxista passou e cobrou 10 Cuc´s de cada para nos deixar em Moron, como estávamos sem opção, aceitamos.

 

Tempo abriu e o azul apareceu.

 

 

Mais tarde na cidade vimos que gastamos muito e que talvez se combinássemos com algum taxista, as coisas seriam melhores, conversamos com um que cobra 40 Cuc´s para ir, e se a pessoa quiser que ele espere para o retorno, fica 50 Cuc´s, isso é o valor do carro e não por pessoa, eu e Paulo, naquele jeito louco que contei acima, gastamos 22,50 Cuc´s para ir e voltar, se combinasse com o taxista daria 25 Cuc´s, bem melhor da segunda maneira, porque talvez dê para combinar de ir para outras praias.

 

Em Moron buscamos táxi para Ciego de Avila, custou 4 Cuc´s para cada, lá tentamos ir direto para Cárdenas, mas não conseguimos, tivemos que buscar casa por 12 Cuc´s por ali para tomar um banho e dormir um pouco, já que o ônibus da Viazul sairia as 05 horas da manhã do terminal.

 

 

 

 

Follow me

Please reload

FAÇA SUA RESERVA AQUI
Posts Recentes
Please reload

INSTAGRAM
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now