© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

Medellín, a cidade da eterna primavera.

24.08.2017

 

Sou suspeito para falar de Medellín, já que por aqui fiquei cerca de 52 dias, quando resolvi ir para Cuba, acabei ficando com quase 30 dias livres aonde poderia escolher alguma cidade para conhecer melhor, assim eu estava entre Bogotá, Medellín e Cartagena, porém Cartagena faz muuuuuuito calor e é muito turístico também, Bogotá me agradou porém o frio complica, já que eu tenho somente uma blusa e uma calça, já Medellín o clima era perfeito, assim mandei email para muitos hostels em busca de trabalho em troca de hospedagem, aí surgiu o PitStop Guest House, um dos melhores hostels de Medellín, oferecendo o melhor trabalho possível para um mochileiro, trabalhar dia sim e dia não no bar, vendendo cerveja e conhecendo gente do mundo inteiro, sem contar a estrutura do lugar com mesa de bilhar, ping pong, sauna, quadra de basquete, piscina e rede, tive muita sorte em encontrar um lugar desses.
 

Além disso, Medellín é uma cidade muito bonita e bem organizada, as pessoas são gentis e a cidade é segura, tem uma rede de metro que te ajuda a locomover para os principais lugares da cidade, eu fiquei hospedado no bairro El Poblado, numa região muito tranquila, com bastante arvores e passarinhos, todo dia faz um clima bom, por isso que é conhecido com a cidade da primavera, aos finais de semana as noites são agitadas e bem divertidas, apesar da festa acabar cedo, cerca de 3/4 da manhã, para aqueles que não tem todo esse tempo que eu tive, em 4 dias é o suficiente para conhecer os principais pontos turísticos da cidade.

 

 

 

- Como chegar

 

Bom, eu vim para Medellín duas vezes, uma de Bogotá onde a passagem custou 60 mil pesos colombianos e outra de San Gil que custou 70 mil pesos colombianos, o terminal de Medellín fica grudado a uma estação de metro chamada Caribe, então isso ajuda você a chegar no lugar da sua hospedagem de uma forma bem barata, já que o metro custa apenas 2.300 pesos colombianos.

 

- Hospedagem

 

Bom, como já disse acima, fiquei hospedado no PitStop Guest House, ele é um dos melhores hostels da cidade, conta com uma estrutura praticamente perfeita, um staff gente boa e a cozinha deles é gigante, da para cozinhar a vontade, ele é um pouco mais caro que os demais, mas tem café da manhã incluído e por toda estrutura, compensa e muito, tem um bar que funciona ate a meia noite todos os dias, sempre são voluntários que estão lá, sempre afim de bater um papo, marcar um rolê a noite, e geralmente o hostel aos sábados proporciona festas com Dj, e nas sextas um churrasco  mas no geral é um lugar bem tranquilo. Ele fica no bairro do El Poblado, próximo à estação de metro e de mercados e perto das baladas da região. Recomendo e muito ficar por aqui.

 

**** Aos amigos do blog que vão viajar e reservar sua hospedagem, peço para usarem minha caixa de pesquisa na página inicial do site, assim o Booking/Hoteis.com repassa uma parte da comissão para mim, ajudando eu a seguir com o trabalho aqui no blog, isso não gera nenhum custo adicional para você. Valeu =] ****


- Alimentação

 

Aqui encontrei restaurantes de 7.500 a 8.500 pesos colombianos e serviam um belo prato com arroz, feijão, salada e carne, com uma sopa de entrada, a sopa eu sempre recusava, nesse calor tomar algo quente é impossível, a bebida estava inclusa também.

 

- Segurança

 

Medellín tem zonas bem seguras e policiadas, mas é sempre bom tomar cuidado, principalmente se não estiver numa zona muito turística, mas em nenhum momento me senti ameaçado.

 

- Câmbio

 

Na Calle 10 e no Shopping Center ao lado da estação de metro tem lojas de câmbio.

 

- Passeios

 

Medellín foi uma cidade que teve que se reinventar depois dos anos 90, invadida pelo terror e pela violência, hoje a cidade apresenta uma nova versão, renovada, artística e linda.  Bom, vamos ao que interessa.

Museu de Antioquia:  Antioquia é o nome do Estado colombiano que esta situada Medellín, aqui você conseguira ver a exposição de muitos quadros do Botero, a entrada no museu custa 18 mil pesos e fica situado bem no centro, com isso você poderá caminhar para o entorno e ir conhecendo algumas praças da região e o centro histórico, como a catedral e assim vai.

 

 

 

Museu Casa da Memória: Esse foi um dos museus mais legais que eu fui e achei muito interessante eles terem feito um lugar para retratar como foi Medellín nos anos de terror e violência, lá você saberá mais sobre os problemas não só com o Cartel de Pablo Escobar, como dos grupos guerrilheiros como as Farc ou dos grupos paramilitares, o museu mostra toda a evolução do terror na cidade, ate a sua diminuição. Realmente incrível a evolução da cidade no combate ao crime organizado.

 

 

Pueblito Paisa: Fica próximo à estação de metro Industriales, você precisa subir um pequeno morro, lá em cima terá um local muito bonito com restaurantes e casas típicas colombianas, uma igreja e uma visão para parte da cidade, é um lugar bonito e gratuito, vale a pena conhecer.

 

 

 

Parque Explora: É um parque, um pouco caro por sinal, porém bem interativo e cientifico, como se fosse o museu do Catavento em São Paulo, onde você terá ilusão de ótica e mais coisas desse tipo, a entrada custa 23 mil pesos colombianos, ele fica ao lado do Jardim Botânico na estação de metro Universidade. Esse eu não fui. rs

 

Jardim Botânico: Um dos lugares mais bonitos da cidade, esse lugar precisa estar no seu planejamento, ele fica ao lado do metro Universidade, muito fácil de chegar. Recomendo levar alguns lanches e ficar no gramado lendo algum livro e aproveitando o canto dos pássaros.

 

Comuna 13: As comunas aqui são as nossas favelas, lugares na periferia da cidade, perto dos morros, você precisa ir somente ate a estação San Javier, de lá pode conhecer o teleférico fazendo a transferência do metro de forma gratuita, e depois na volta descer na estação San Javier para conhecer a Comuna 13, que é muito famosa por seus grafites, a Comuna é totalmente pacificada e segura, tem acessos com escada rolante e tudo mais, vale a pena.

 

 

 

Guatapé: é uma cidade localizada cerca de 2 horas daqui, e você tem a oportunidade de conhecer uma pequena cidade colombiana, além de subir 750 degraus para ter uma visão completa do lugar, que é incrível. Para saber mais sobre o passeio, precisa somente clicar aqui.

 

Tour Pablo Escobar: Há diversos tours do Escobar na cidade, mas aqui o tema é um pouco sensível para os colombianos, eu pelo menos evitei falar sobre isso com as pessoas, eu fiz uma amizade com uma colombiana por aqui, depois que ela viu que eu fui no tour do Pablo Escobar, nunca mais falou comigo, então o assunto ainda é pesado, para ler mais sobre o passeio, só clicar AQUI.

 

Vida Noturna: Medellín conta com vários espaços espalhados sobre a cidade onde tem boas festas, a mais famosa fica no Bairro El Poblado, onde esta concentrando todos os hostels, ali tem enorme quantidade de baladas e bares, na praça rola muita garota de programa e muita gente vendendo droga, mas é totalmente seguro, eu fui várias vezes por estar perto do meu hostel, mas depois de 2 vezes já não curtia mais, é um lugar mais caro e com muito gringo, prefiro ir em lugares mais locais, foi aí que eu descobri a Calle 70, que fica perto do Estádio de futebol , alias se você ama futebol precisa ir em um jogo na cidade, ali é uma avenida com muitos bares e concentra muitos locais, achei muito mais divertido por lá, escutei sobre outros lugares como Envigado ou Níquia, mas como eram mais longes, acabei não indo.

 

 

 

É isso ae galera...

 

Espero que tenham gostado do relato e...

 

Follow me.

Please reload

FAÇA SUA RESERVA AQUI
Posts Recentes
Please reload

INSTAGRAM
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now