© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

Saiba como conhecer Santa Marta, Taganga, Minca e Palomino.

16.08.2017

 

Santa Marta é a principal cidade da região, no qual os fins de semana são agitados com suas baladas, e durante a semana certa normalidade de uma cidade pequena, mas com um transito bem chato e barulhento rs.

 

Aqui você consegue realizar muitos passeios pela região, já que você encontra hostels mais baratos e lugares para comer também mais baratos, o melhor é ficar hospedado por aqui e fazer alguns bate e voltas para as cidades de Taganga, Minca e Palomino, caso queira se hospedar nessas cidades, não há problema, a diferença que os preços sobem um pouco mais, junto com os valores da alimentação também.

 

 

- Como chegar

 

De Cartagena sai ônibus a todo momento, eles custam em torno de 22 mil pesos e acaba levando 4/5 horas de viagem, depende muito do transito e das paradas, eles falam que vai direto, mas é mentira, vai parando em vários cantos, mas ate ai tudo bem, o terminal fica um pouco longe do centro da cidade, recomendado pegar um táxi ou moto-táxi, um táxi sai no valor de 7 mil pesos.

 

- Hospedagem

 

O melhor bairro para se hospedar é no centro histórico, eu fiquei no Hostel Santa Morena, custou 20 mil pesos colombianos e os quartos eram ótimos, com ar condicionado e banheiro dentro do quarto, a cozinha era bacana e o staff gente boa, o dono é um belga, gente finíssima, fica o dia todo no hostel praticamente hehehe, o café da manhã não esta incluído.

 

**** Aos amigos do blog que vão viajar e reservar sua hospedagem, peço para usarem minha caixa de pesquisa na página inicial do site, assim o Booking/Hoteis.com repassa uma parte da comissão para mim, ajudando eu a seguir com o trabalho aqui no blog, isso não gera nenhum custo adicional para você. ****

 


- Alimentação

 

Na esquina do hostel tem um restaurante com menus diários a 7 mil pesos colombianos, ou então a uma quadra tem um mercado bem grande que da para comprar de tudo e você cozinhar sua comida no hostel.

 

- Segurança

 

Santa Marta por ser menor, da uma sensação de segurança maior, achei aqui bem tranquilo.

 

- Câmbio

No centro da cidade existem casas de câmbio,  na Calle 14 entre a Carretera 4 e 6 tem várias casas para tocar moeda.

 

Praia deserta em Taganga

 

- Passeios

 

Santa Marta tem para todos os gostos, para os que tem mais grana e para os que tem pouca, abaixo vai algum dos passeios, logicamente os mais caros eu não fiz, estou com a grana curta e como voltarei para o Brasil, quero economizar o máximo possível, depois vocês vão entender o porque hehehe

 

Playa Branca, apenas 20 minutos de trilha ou 60 mil pesos de barco.

 

Taganga: Uma pequena cidade que fica a 5 Km de Santa Marta, você precisa somente pegar um ônibus na avenida 5 que custa 1.600 pesos colombianos que ele te leva ate Taganga, lá tem uma praia melhor para uso, a principal não é tão bonita assim, mas é de lá que você pode pegar barcos para ir a outros praias, geralmente cobrando de 60 a 100 mil pesos, dependendo da praia, a de 60 mil se chama Playa Grande e você pode chegar lá a pé, no fim da praia de Taganga, começa uma trilha que vai passando por várias pequenas praias desertas, sem falar da visão que você tem das outras praias, em 20 minutos de caminhada você chega nessa Playa Grande, um lugar mais bonito, que você pode alugar cadeiras, tomar sua cerveja e depois almoçar, a comida varia de 15 a 20 mil pesos, porém você pode continuar a trilha por mais uns 50 minutos, você terá vários visuais bacanas, eu pelo menos quando fui era o único na trilha, e foi muito bacana, fiquei numa praia totalmente deserta, onde uma hora ou outra passava algum barco, depois de conhecer tudo e desfrutar, só voltar para Taganga e pegar o ônibus de volta.

 

 

 

 

 

 

Minca: Essa cidade fica em torno de 24 km da cidade, e o ônibus para lá sai do mercado e custa 9.000 mil pesos, geralmente muitas pessoas acabam se hospedando lá, mas como eu gostei bastante do hostel que eu estou em Santa Marta, preferi fazer um bate volta, sem citar que os hostels em Minca são um pouco mais caro, então acabei fazendo isso, por lá você pode conhecer uma fazenda cafeeira e algumas cachoeiras que ficam em uma trilha que dura 06 horas, você pode ir de moto táxi também ou na caminhada, a fazenda e cachoeira só fica uma hora de trilha, então da para fazer os dois e depois voltar para a cidade, a trilha em si depois disso fica normal, parece ate uma estrada, toda hora passa carro e moto hehe, então não tem nada de especial.

 

 

Palomino: É uma região turística que fica a 2 horas de distancia de Santa Marta, lá tem muitos hostels para você se hospedar ou você pode fazer um bate volta, como eu estava com tempo, resolvi passar uma noite por lá e aí eu conto mais para vocês através desse link.

 

Cidade Perdida: Esse era um passeio que eu queria ter feito muito, mas é muito caro, ele custa 850 mil pesos colombianos, arredondando da 1000 reais, são 05 dias de trilha, acampando no meio do mato para chegar ate as ruínas de uma cidade perdida, o nome já diz tudo né, só pelo valor já da uma desanimada no peão mochileiro, então infelizmente esse não fiz.

 

Parque Nacional Tayrona: É uma reserva natural que fica próximo a Santa Marta, mas ela é protegida, pois existem tribos indígenas vivendo na região, assim a entrada é controlada e cobrada, são 40 mil pesos colombianos só para entrar, depois mais 3 mil para uma van te deixar no inicio da trilha, que para o lugar mais conhecido, chamado de Cabo San Juan, dura em torno de 2 horas, ate que você chega na praia e lá encontra barracas para alugar, ao custo de 30 mil pesos colombianos por pessoa, e tudo isso você precisa chegar bem cedo, pois as vagas são limitadas, além disso você enfrentara longas filas para comer e tomar banho, todo esse relato foi de um amigo meu brasileiro que foi para lá, um mês antes, e isso me desmotivou bastante, além de ser algo muito turístico e caro, uma garrafa de água custa 6 mil pesos, um pouco mais que 2 dolares, para comer os preços são bem salgados, e pelo que vi do lugar não me pareceu ser um lugar tão foda para passar por isso tudo e pagar por isso tudo, além de eu ser contra exploração abusiva por um lugar que deveria ser de graça, com isso acabei não indo também para esse Parque, preferi ficar em uma praia deserta em Taganga de graça com menos turistas possíveis.

 

É isso ae galera...

 

Espero que tenham gostado do relato e...

 

Follow me.

Please reload

FAÇA SUA RESERVA AQUI
Posts Recentes
Please reload

INSTAGRAM
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now