© 2023 por NÔMADE NA ESTRADA. Orgulhosamente criado com Wix.com

Visitando o Parque Estadual Carlos Botelho - São Miguel Arcanjo

23.04.2019

Há um mês atrás comecei a pesquisar algum parque estadual que fosse próximo de São Paulo e que ao mesmo tempo fosse tranquilo, com trilhas e cachoeiras para serem conhecidas, assim cheguei na cidade de São Miguel Arcanjo, entrada para o Parque Estadual Carlos Botelho, localizado a 220 km da capital Paulista e 25 km da cidade de São Miguel Arcanjo.


 

 


 

O Parque Estadual "Carlos Botelho" foi criado em 1982 e esta situado nos municípios de São Miguel Arcanjo e Capão Bonito, o parque é um dos mais importantes refúgios de vida selvagem da região sudeste do Estado de São Paulo, fazendo parte do contínuo ecológico de Paranapiacaba (incluindo o Intervales, PETAR e a Estação Ecológica de Xitué), constituindo um dos mais significativos corredores ecológicos conectores de remanescente da Mata Atlântica do Brasil, devido a essa importância, recebeu da UNESCO o título de "Sitio do Patrimônio Mundial da Humanidade". 
 

Assim, além de toda beleza natural, há toda uma importância para a preservação da região, hoje o local é considerado uma Unidade de Conservação protegida pelo Poder Público, que consiste em cuidar, manter e proteger toda a fauna e flora daquela região, ali abriga a maior população de muriquis, um dos maiores primatas das Américas, dos 1.200 monos-carvoeiros, mais da metade habita nas matas do Parque, ao lado de outras espécies, como a onça pintada.


 

Meu cantinho no feriado. 

 



 

- Hospedagem 

 

 

Existem muitas opções na região, você pode ficar hospedado em São Miguel Arcanjo, ou ficar no núcleo Carlos Botelho, que fica bem na entrada do parque, porém só tem a opção de ficar em chalés e precisa marcar com alguma antecedência, a opção que eu escolhi foi ficar no Parque da Onça Parda, um camping com uma estrutura muito boa que fica dentro do parque, então o contato com a natureza se da a todo momento. 

O Camping conta um vestiário com 03 chuveiros com água quente, cozinha completa, a iluminação do camping é através de energia solar e ainda há espaços cobertos para locação, onde cabem de 02 a 04 barracas.

O Camping também ajuda com a contratação de guias turísticos, já que existem três trilhas que só são feitas com um guia, ate que gostaria de fazer sozinho, mas depois de ir com o guia, seria praticamente impossível acertar o caminho, fora que com o guia você aprende muito sobre a fauna e flora do lugar. 

A diária no feriado foi de 50 reais por pessoa e em final de semana normal cai para 45 reais. as reservas podem ser feitas no telefone (15) 99728- 1752 (Diego) ou pelas redes sociais do Parque (Marcel), os dois são os proprietários do Camping, super solícitos e estão sempre dispostos a ajudar durante sua estadia. 


**** Aos amigos do blog que vão viajar e reservar sua hospedagem, peço para usarem minha caixa de pesquisa na página inicial do site, assim o Booking repassa uma parte da comissão para mim, ajudando eu a seguir com o trabalho aqui no blog, isso não gera nenhum custo adicional para você. Valeu =] ****

 

 

 

- Transporte 

 

O Parque da Onça Parda fica em torno de 220 km da cidade de São Paulo e para chegar lá somente com carro, pois a viabilidade de se chegar indo de ónibus ate São Miguel Arcanjo e por lá arranjar transporte até o Parque Carlos Botelho, pode ser um pouco complicado, ainda mais aos finais de semana, acredito que de carro seja a melhor saída, já que ele te da uma maior mobilidade. 

 

O camping fica a 2 km da entrada principal do parque, entrando em uma estrada de terra logo após a ponte sobre o Rio Taquaral, a estrada comporta qualquer tipo de carro.

 

 

- Alimentação

 

Já que acampei no Parque da Onça Parda, usei a cozinha para fazer minha própria comida, já que o camping fornece toda a estrutura necessária, mas para aqueles que querem comer fora, na entrada do parque tem um restaurante chamado Mata Atlântica, que oferece comida no forno a lenha.

Porém, recomendo comer o tradicional bolinho de frango na Casa da Rose, fica a 19 km da entrada do Parque em direção a São Miguel Arcanjo, quem for lá, é parada obrigatória.

 

 

 

 
- Atrativos 

 

O Parque da Onça Parda está inserido no entorno do Parque Estadual “Carlos Botelho”, uma das áreas mais bem preservadas de Mata Atlântica do Brasil e considerado Patrimônio Natural pela UNESCO.
 

  • Trilha da Cachoeira das Pedras do Ribeiro Bonito:

Trilha de nível fácil para quem já esta acostumado com o esporte, duração de 02-03 horas, percorrendo em torno de 05-06 km, a trilha precisa de guia, pois no caminho será necessário atravessar o rio algumas vezes e as entradas são difíceis de identificar, sou acostumado a fazer sozinho as trilhas, mas nesse caso não tinha como, pude perceber isso no caminho rs. 

Os guias da região costumam cobrar em torno de 25 reais por pessoa e podem ser adquiridos no Parque da Onça Parda

 

 



 

  • Trilha dos Monos:

 

A trilha da Cachoeira é a principal do parque e praticamente obrigatória, a segunda é a dos Monos, que também é de nível fácil, com duração de 02-03 horas de caminhada, percorrendo em torno de 05km, e também é necessário o serviço de um guia, já que a trilha também atravessa o rio e tem alguns pontos que há bifurcações que podem confundir. 

Ela tem uma subida bem íngreme, em torno de 30 minutos de subida, e tem uma corda para auxiliar o viajante. de resto é uma trilha normal, tranquila, e o serviço pode ser contratado no Parque no valor de 25 reais. 

Essas duas trilhas cruzam por diversas vezes o rio, então se prepare, porque você ira molhar o tênis, não tem escapatória.


 

 


 

 

  • Trilha da Onça:


Não tive tempo de realizar essa trilha, que é mais curta que a Trilha da Cachoeira e dos Monos e necessita de guia. 



 

 

 

Além dessas 03 trilhas, existem outras que são auto guiadas, ou seja, você pode realizá-las sozinhas, como também praticar o boia-cross no rio que corta o parque. 

Todos esses atrativos citados saem do Parque da Onça Parda, porém a região conta com outras atividades como a ida ao Parque Taquaral, existem Vinícolas que podem ser visitadas , outras trilhas que saem do núcleo Carlos Botelho (que fica na entrada do Parque), além de outros esportes de aventura. 

A região, por ser próxima a São Paulo, é uma ótima dica para quem quer descansar um pouco e ter esse contato com a natureza, as trilhas são leves, a estrutura é boa, a cidade de São Miguel Arcanjo é muito bonita, com alguns bares e restaurantes, enfim.... fica a minha dica de passeio. 


 

 

 



Espero que tenham gostado do relato, para qualquer dúvida só mandar mensagem pelas minhas rede sociais, estou presente no Instagram no rafacarvalho33 e no Facebook no Follow The Portuga.

 

 

 

Follow me

Please reload

FAÇA SUA RESERVA AQUI
Posts Recentes
Please reload

INSTAGRAM
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now